24 de mar de 2013

Meu idolo PAI TE AMO.



O papo hoje é na verdade uma homenagem ao homem que me ensinou a sonhar, de seus ensinamentos e historias procuro fazer as minhas, talvez não consiga desempenhar com tanto brilhantismo, mas to tentando pai te amo. Segue abaixo um poema contanto sobre suas historias na verdade um resumo que fiz em 2009.


"Salve, salve moleque, meu anjo, sonhador,
Saiu bem novo, da terra Bahia de todos os santos,
Lembranças de salvador"

"Destino nem sabia, o que a vida iria lhe mostraria
Passou pelo Rio, samba, sol, mulatas e futebol
Ficou na esperança,
Só de aproveitar
Só gastou folia, dinheiro acabou,"

"O moleque já não era, e nem, mas podia brincar
Pois não tinha onde ficar, então desceu foi para São Paulo
Mas só viu a correria, metrópole cidade moderna, com o povo que já conhecia,
Que idolatrava tal de Pelé e amava ver o Timão jogar."

"Desceu no Paraná
Cidade tranqüila morou em londrina
Balconista trabalha sorrindo a vida
Nas horas de folga ia a radio ver artistas cantar
Viu Vanderléia, o tremendão e Roberto tocar
Já tinha passado alguns anos era hora de se mudar.
Pé na estrada e viajar."

"O frio continuaria Rio Grande do sul
Dos pampas ele conheceria
Estudo ele não tinha vida era seu histórico
Trabalhou como cobrador, viu o falcão jogar,
Aquele tri campeonato fez, ele colorado ficar,
Continuou amando o samba mesmo com tantos Ctg,s
Mudou sua profissão oríves hoje ele é se fez
Casou da linda união, dois me meninos marrons,
Dois homens ele formou o mais novo seguiu seus passos
O primogênito não é gênio, mas escreveu essa história
Quer ser escritor."

Escrito por Cícero Ribas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário