31 de mar de 2011

Aprendi dia 28/03 sobre AUTISMO.


Nesta segunda feira após o trabalho a velha rotina semanal, estava dirigindo-me para a aula e escutando o programa de rádio pretinho básico que é transmitido para tudo sul do pais e que alegrão a todos com suas piadas bem na hora DO RUSH nos livrando dos estresses do cotidiano. Além de piadas eles também falam sobre problemas sociais, saúde, política e religião quando leiam para os ouvintes os emails e twitters enviados, um deles os sensibilizou muito e acredito que a todos que estavam ouvindo, era um pai pedindo para falar sobre o dia do AUTISMO, contando sua história após os médicos estarem achando que seu filho tem autismo e tudo trabalho que está sendo feito para ajudar no tratamento dele que tem só 3 aninhos.   Após isso muitas pessoas mandavam twitters e emails falando sobre o assunto algumas que tem na família e outras que já conheceram pessoas com autismo foi incrível gostei tanto que corri atrás do assunto e li como é difícil constatar a doença.  Uma criança autista prefere estar só, não forma relações pessoais íntimas, não abraça, evita contato de olho, resiste às mudanças, é excessivamente presa a objetos familiares e repete continuamente certos atos e rituais. A criança pode começar a falar depois de outras crianças da mesma idade, pode usar o idioma de um modo estranho, ou pode não conseguir - por não poder ou não querer - falar nada. Quando falamos com a criança, ela freqüentemente tem dificuldade em entender o que foi dito. Ela pode repetir as palavras que são ditas a ela (ecolalia) e inverter o uso normal de pronomes, principalmente usando o tu em vez de eu ou mim ao se referir a si própria.
 Havia me esquecido de mencionar que no programa o Pai do menino pediu fez um desafio para que os locutores da rádio fizessem piadas sobre autismo já acredito até nem ter, a fim de divulgar algo que é tão pouco falado e conhecido por todos nós, uma dica pessoal veja o filme no youtube da Princeton Institute Sobre Autismo muito lindo, fantástico e valido aprender, abraço e fiquem com Deus.

Escrito por Cícero Ribas.

24 de mar de 2011

Identidade Jovem – filme para refletir




Em meus últimos postes descrevi a falta de oportunidades em nosso Pais, mas ontem estive na assembléia legislativa em Porto Alegre para acompanhar o lançamento do filme Identidade Jovem em que fala de um Projeto grandioso que mostra a importância da cultura humanística para o desenvolvimento intelectual  dos nosso jovens, coordenado por Antonio Meneghette que começou na Itália e já se expandiu pelo mundo todo.
 O filme mostra como funcionam estes centros suas avaliações pedagógicas e a preparação do jovem para enfrentar o mundo La fora. O que me chamou muito atenção foram relatos, pensamentos e pontos de vista de professores, administradores, estudantes e empresários em relação ao rumo que a educação de nossos jovens vem tomando, se perdendo. A necessidade de sobrevivermos em um mundo capitalista nos faz hoje, sempre atropelar o crescimento que deveria ser simples e normal de uma linha de vida, em que devemos aprender saber fazer, assumindo responsabilidades e nos sentido felizes pelo reconhecimento algo difícil de acontecer por termos a obrigatoriedade de ter um canudo ou seguir um caminho rápido para estar dentro da sociedade capitalista. O ponto forte e a mensagem do filme é que devemos sempre estar fazendo algo, aprendendo algo, para que passamos estimular nossa capacidade intelectual e utilizando-a em nossos estudos, nos fortalecendo tornando-nos um profissional e pessoa melhor.

Minha dica é que corram para ver este filme usufruam o Maximo, bebam esta fonte esplêndida de cultura humanística.

Escrito por Cícero Ribas

21 de mar de 2011

Como viver em um Pais sem oportunidades



Cada dia que passa observo, acompanho as mudanças e a proporção que elas vêem acontecendo, e me sinto cada vez mais triste com nosso Pais, a falta de oportunidades e o crescimento em serviços quer dizer o que chamam de oportunidade em que você desempregado tem de pagar um valor x chamado de custo é absurdo, estamos vivendo uma nova escravidão migalhas de pão que nos agarramos com muita fome com medo de não ter novamente.
É complicado viver onde te avaliam por um diploma, sem perguntem se realmente sabe fazer o trabalho que está designado ou exigir que tenha experiência quando está ingressando no mercado de trabalho não te dando um voto de confiança isto se chama suicídio mutuo, onde está o governo? Ou a lei que indicaria o desempregado a uma empresa antes de evitar o famoso seguro desemprego? A uma aniquilação de oportunidades de fazer novos profissionais ou capacitá-los sem este custo!

Quero e desejo um Pais que pague pelo que realmente merecemos, não por cargo ou status, quero um Pais que brigue pelas oportunidades e não pela acomodação o tão conhecido benefício que nunca mudara nossa vida quero um pais que desenvolva sonhos para que apareçam novos esportistas, escritores, jornalistas, professores, arquitetos, médicos, engenheiros, atores, etc.. Pessoas que façam o que realmente gostam, Pois da maneira que está se encaminhando vamos ver cada vez mais brasileiros saindo do Brasil para sonhar onde as oportunidades existem.

Escrito por Cícero Ribas.      

17 de mar de 2011

Capitalismo fortalecido o fantasma sempre volta.



Parece que tudo está voltando á 1945 à segunda guerra mundial, onde  houve o que eu e talvez algumas pessoas chamam de maior atentado terrorista do mundo a bomba que devastou duas cidades no Japão  Hiroshima e Nagasaki. O fantasma parece voltar sempre mais forte, com a ganância, autoconfiança do poder capitalista e do ser humano de achar que pode dominar ou modificar a natureza sem que se tenham prejuízos menosprezando a natureza.  É cada vez mais acredito que Deus da provas que o mundo esta acabando e todos nós continuamos a nos importar somente com nossos egos, fortalecendo autodestruição devagar mais constante do mundo.

Minha pergunta é até quando nossos governantes irão continuar sem medir esforços passando por cima de todos tratados se beneficiando em busca do poder o controle do mundo? Será que tem fim ou estamos encaminhando a ele?Vale a pena? Quem estiver vivo até La poderá obter estas respostas.

Escrito por Cicero Ribas

5 de mar de 2011

Sem planejamento e sem futebol eles querem faturar



Já faz um mês que estamos vendo e ouvindo sobre o racha no clube dos treze, curiosamente o racha começou pelos clubes que mais devem, argumentam e com fundamento, serem maiores que alguns filiados terem mais torcida e que deviam receber valores maiores por sua tamanha  audiência. Só esquecem que a criação do clube dos treze foi para facilitar negociações com as televisões, brigar por direitos dos clubes frente a tão poderosa a manipuladora CBF.
O que me chamou muito atenção foi que os clubes que aderiram a este movimento de negociar sozinho, são aqueles que mais devem, não tem estádio, tem estruturas arcaicas para pratica de treinamentos de futebol, categorias de base largada às traças sem revelar jogadores e que vendem jogadores por valores baixos.
O que acontece? Alem de uma briga visivelmente política entre CBF E CLUBE DOS 13 e seus presidentes Latifundiários Ricardo Teixeira e Fabio Koff e as multinacionais GLOBO e RECORD, a um erro de administração dentro destes clubes, que acham que será melhor negociar sozinho do que em grupo pensando somente neles e não no futebol brasileiro desta forma acabando com um dos poucos, acessíveis e mais belos espetáculos para o povo o futebol,  fortalecendo os bolsos de muita gente que não está nem ai para nós.

Escrito por Cícero Ribas