4 de out de 2010

Deprimente ou um ato de liberdade de expressão.




Hoje pela manhã como de costume ao tomar café antes de trabalhar peguei o jornal para manter-me atualizado sobre acontecimentos de nossa nação, até por que ontem foi um dia importante para nosso pais dia de votar exercer o papel de cidadão, quando me deparo com uma notícia gritante e apavorante não acreditei quando li TIRIRICA O DEPUTADO FEDERAL ELEITO, não só isso entrou como o mais votado da historia com 1.353,820 de votos, fiquei apavorado, boquiaberto o que os brasileiros estão fazendo?
Hoje jornais, TV e na rua o assunto só era sobre sua esmagadora vitoria, ao ver e ouvir diversas opiniões, fui em busca de mais informações saber o porquê, deste fenômeno sobrenatural ter acontecido consegui captar isto muita alegria, transparência e seus bordões eram fantásticos, verdadeiros, tiririca pior que ta não fica ou você sabe o que faz um deputado? Eu também não, vote em min que eu te conto depois!   
Depois de analisar todo o contexto e o reboliço que causou em nossa democracia como os políticos gostam de declamar, devo falar chegou mesmo a hora da democracia, da cidadania a tão falada liberdade de expressão isso acredito que com tanta corrupção todos já estão cansados, desiludidos de serem palhaços então por que não eleger um palhaço colocá-lo neste circo do planalto central.
 Isso se chama pessoas se chama liberdade de escolher de chamar atenção de todos, na hora eu como muitos fiquei surpreso, assustado e irritado só que agora, mais tranqüilo consigo enxergar, isto se chama revolta, se chama protesto, isto se chama cidadania, para que os políticos comecem a fazer realmente juízo de seus salários parem de surripiar o dinheiro publico por que se continuarem assim não teremos mais políticos no Brasil e sim humoristas que já fazem muito nos trazendo alegria com suas piadas, será que terão também que desempenhar e exercer outro papel perante a sociedade para o qual nunca estudaram ou se prepararam para vocês políticos faço as palavras do Jornalista BORIS CASOY “ISTO É UMA VEGONHA”.  
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário