9 de ago de 2012

Falta incentivo.








Acima as estruturas do volei e futebol do Brasil.

Muitos de nós brasileiros estamos decepcionados com o desempenho de nossos atletas, só que esquecemos como em nossa educação o esporte também engatinha, pois não a estrutura, incentivo e apoio. Podemos citar dois ou até quatro exemplos, o vôlei criou uma mega estrutura, em saquarema para preparação de seus atletas desde infantil até o adulto, o outro é o futebol a famosa granja Comary também trabalha categorias de base até profissional, à ginástica com sede em Curitiba também funciona para categorias de base e a Sogipa clube onde apóia o judô. Claro que para que estas estruturas fossem criadas ouve um incentivo, pois antes da seleção vem o clube o que acompanha dia a dia do atleta seu desempenho, evolução e defeitos a serem corrigidos desta forma chegando à seleção e futuramente serem atletas de alto nível.


Nos esportes menos populosos principalmente os individuais vemos a luta que estes atletas menos badalados enfrentam para chegarem ao topo. Fato curioso, interessante e intrigante, que deve ser copiado é do MMA esporte que não é olímpico, mas soube se vender, divulgado no mundo todo, misturando diversas artes marciais, marketing de produtos como roupas, suplementos alimentares, mostrando ser um esporte saudável. É mais um exemplo que pode dar certo, portanto pessoal não vamos desanimar é ora de torcer, incentivar, apoiar, começar a freqüentar estes esportes quando houver em nossa cidade por que só desta forma divulgando o esporte poderemos abrir os olhos de investidores para desenvolver projetos para futuros campeões.

Escrito por Cícero Ribas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário