23 de mai de 2013

Meu eu



Bom dia a todos!
Hoje eu estava navegando pelas redes, olhando blogs tentando achar algo inspirador que pudesse expressar o que às vezes sinto quando escrevo, eis então o tesouro o achei! Degustei cada palavra, viajei em cada frase ou verso, filosofei este desabafo, texto, diário. Senti cada ponto, surrupie cada sentimento acrescentando em minha alma. Nossa libertador.
O texto não tem título, mas se encontrava com um tópico Meu eu, perfeita descrição postado por Lih Neta.

Blog se chama http://morangoeestrelas.blogspot.com.br/

Acho que não sou boa com sentimentos. Eu sinto demais, tenho esperanças em excesso, e por tanto sentir acabo fazendo da melancolia uma companheira fiel.
Tenho uma mente fértil, um coração bobo e tantos sonhos...
Não tenho sido forte e segura o bastante nos últimos tempos; não tenho me dado bem nem com as palavras.
Me confundo, não expresso bem o que penso e sinto, cometo erros.
Tenho me doído por inteira.
Uma fragilidade exposta em rabiscos de agenda e olhares distantes em um fim de tarde

Texto Lih Neta

Escrito Cícero Ribas

Nenhum comentário:

Postar um comentário