6 de mai de 2011

Um sonho de que tudo pode ser felizes para sempre.



Hoje resolvi unir três acontecimentos ressentes a fim de transforma-los em bons exemplos de que o mundo está pior, mas que o amor sempre será a vitória.

O primeiro é sobre o atirador de realengo (um doente mental e de alma perdida) que brutalmente a sangue frio fuzilou onze crianças em uma escola no rio, alegando ser um excluído por uma sociedade modista e que não está preparada para amparar este tipo de búlin.

O segundo é A morte de Bin Laden muito festejada não só nos estados unidos como no mundo algo estranho quando queremos a paz mundial, não que ele não merecesse, mas talvez isso possa provocar mais o mal do que o bem lembrando que Guerras têm dois lados e o do mal sempre será o mais predominante.

O terceiro fato é o casamento tão badalado de William e Kate, em pleno século XXI a tão tradicional realeza curva-se, rendesse ao cotidiano, aceitando dois namorados que já conviviam juntos a se casar, deixando de lado os costumes e abraçando o que o mundo esta demostrando tão pouco por conta do forte capitalismo acreditando no que todos devemos acreditar o amor.

Claro ambos têm ligação, pois repercutiram no mundo, embora não tivessem acontecido no mesmo lugar ou em ordem nos trouxeram sentimentos distintos o primeiro fato é raiva e depois alivio por não ter acontecido conosco, mas também tristeza por não podermos fazer nada, pois o atirador se matou. O segundo também nos trouxe raiva e talvez alivie, mas desconfiamos no que pode acontecer, pois quem brinca com fogo com fogo a de se queimar e finalmente o terceiro que nos mostra que apesar das drásticas mudanças do mundo cada vez mais violento e menos amoroso a uma gota de esperança, em uma união que trás definitivamente um sonho de que tudo pode ser felizes para sempre.

Escrito por Cícero Ribas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário