24 de set de 2010

Ainda acredito no Amor

O tema hoje é amor este sentimento tão complicado de se entender, que parece estar difícil de encontrá-lo em épocas dificeis tantas decepções caução dor, mágoas que não são libertadas fazendo o coração adoecer. Vejo em festas pessoas se tocando sem algum envolvimento às químicas que se misturam na maioria das vezes, só uma curtição, adrenalina de querer se sentir vivos.
 É fácil vermos mulheres bem sucedidas solteiras, independentes e muito inseguras como também é fácil ver homens bem sucedidos medrosos que fazem besteiras com medo do amor. Em uma de minhas musicas escrevi um trecho que fala exatamente sobre perdoar “O ato do perdão que enobrece o coração traz felicidade nos faz crescer a amar viver”. É preciso se encontrar, se conhecer, amar a si próprio para que possa perdoar e dar uma chance a você, não pode pensar negativo se acontecer igual à antes, medo são para os fracos escolha a coragem pule da cabeça abra os braços sinta-se livre, confiante. Lembre não importa o tempo ou a intensidade deste sonho, se este sentimento foi verdadeiro, sempre será lembrado com carinho e respeito que ambos conquistaram ao se conhecer, se não der certo vivera feliz por que tentou e certamente encontrara num futuro breve um novo amor por que na vida podemos amar mais de uma vez, pelo menos é no que acredito como sei que nada é para sempre e nada é por acaso, como tudo é possível basta acreditar no que busca palavras de um romântico a moda antiga.

Escrito por Cícero Ribas.

2 comentários:

  1. Aaaaaaaaaaah que coisa mais linda !!!!!!!!
    Eu também sou a moda antiga...pra nao dizer boba hahah !!!Mas com muito orgulho !
    Penso como o seu texo do comço ao fim !
    Beijos

    ResponderExcluir